segunda-feira, 24 de maio de 2010

A roupa das coisas

GOTSCHO para COMME des GARÇONS — BARNEYS, New York


Ausência. Quando vi o trabalho do artista Gotscho, a primeira coisa que me veio à cabeça foi a música Roupa no Varal, do Lula Queiroga. Ao mesmo tempo que as roupas sugerem uma ausência, elas dão certa vida aos objetos.

As obras de Gotscho geralmente envolvem roupas de alta costura que se fundem a outros objetos. No início ele mesmo criava as roupas na década de 90, e a colaboração com Agnes B trouxe outras parcerias, como Comme des Garcons, Christian Dior, Yohji Yamamoto, Martin Margiela, Issey Miyake, Christian Lacroix e Emanuel Ungaro.

 SUITE DIOR — Christian Dior, Paris - Peças de vitrines para a reabertura da Maison.

Na década de 90, a aproximação das formas de expressão se intensificam. Existem dois lados: uma moda que faz "arte"; e uma arte que fala de moda. As exposições são invadidas por objetos de consumo, enquanto as lojas promovem exposições de artistas.

A crise do consumo de objetos de luxo que acontece nessa época, gera esta aproximação arte+moda. E a confusão gerada por essa união, apesar de ser vista negativamente por confundir as coisas, será também uma grande fonte de inspiração.

Site oficial do Gotscho: www.gotscho.net

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails